quinta-feira, 17 de abril de 2014

Algumas capas de livros

Alguns livros lançados recentemente e seus capistas.
2002 - De meninos a heróis, de Paulo Rogério.
CAPISTA: OLAVO CASTANHEIRA.




Almanaque 1964 - Fatos, histórias e curiosidades de um ano que mudou tudo (e nem sempre para melhor)
de Ana Maria Bahiana.
CAPISTA: DÉBORA BIANCHI


O Amor chegou tarde em minha vida, Ana Paula Padão.
CAPA: ALCEU CHIESORIN NUNES


O Brasil é bom, André Sant'Anna.
CAPISTA: ELISA VON RANDOW

Revista do Sindicato dos Bancários



O Sindicato dos Bancários de Santos e Região lançou uma revista especial intitulada A Perigosa unidade dos trabalhadores na Moscou Brasileira. A publicação aborda a época da ditadura militar no Brasil, mostrando como a categoria foi afetada pelo golpe militar, o navio prisão Raul Soares e a participação dos trabalhadores no Fórum Sindical de Debates.

Tive a oportunidade de ter em mãos a revista pouco antes de seu lançamento, e confesso que fiquei bastante encantado com a qualidade, tanto gráfica/visual, como editorial.

O projeto gráfico é de Adriano Trindade, integrante da equipe da assessoria de imprensa do sindicato, responsável pela elaboração da revista. Ele gentilmente falou sobre esse trabalho, que começou a ser feito em meados de novembro passado e, finalizado, nos últimos dias de janeiro.

A ideia foi criar um layout atrativo, que facilitasse a leitura, buscando atingir a categoria dos bancários, composta na sua maioria  por jovens que pouco conhecem sobre esse período e a importância que a cidade de Santos teve nesse processo todo. Para isso, foram exploradas as imagens e o uso de infográficos, dando destaque aos títulos e subtítulos.

Apesar do uso de fundos pretos ser bastante comum neste tipo de publicação (eu mesmo utilizei esse recurso nas páginas do caderno especial sobre a ditadura publicado por A Tribuna), Adriano optou pela cor vermelha para remeter ao movimento sindical da época, que era bastante forte e organizado, com a união de mais de 50 sindicatos na formação do Fórum Sindical de Debates. Além disso, a cor vermelha foi adotada na época pelo movimento sindical e pela esquerda como símbolo de resistência.

O uso de fotos grandes (mesmo que em baixa resolução) e a utilização de infográficos, tornaram as páginas mais atraentes e interessantes, havendo uma grande harmonia entre texto e imagens.

Para a confecção da capa, que é sempre o chamariz, a vitrine do que o leitor vai encontrar no miolo, Adriano conta que algumas ideias surgiram: a primeira foi colocar a ficha no DOPS do então presidente do sindicato, Antonio Guarnieri, que fora preso e também levado ao Raul Soares. (abaixo, o layout dessa alternativa)




Outra proposta foi a utilização de uma foto das imediações da praça Mauá ocupando a capa toda. Essa imagem havia sido usada no livro Sombras sobre Santos, de Ricardo Marques da Silva e Carlos Mauri Alexandrino.(esboço abaixo)



Houve ainda a ideia de pedir ao cartunista Carlos Latuff (que trabalha muito com o tema ditadura) que elaborasse uma charge para a capa, mas essa alternativa não foi colocada em prática.

Então, a capa produzida foi ilustrada com uma imagem da praça Mauá, durante a mobilização popular na época.

A revista foi feita no Indesign CS6, em conjunto com o Illustrator. Para as imagens, foram utilizados Photoshop e Ligthroom. O jornalista e fotógrafo Fernando Diegues ficou responsável pelo tratamento.

Abaixo, algumas páginas da revista, publicada por ocasião dos 50 anos do Golpe Militar.










Alguns trabalhos de Adriano Trindade podem ser conferidos nos links:
Informativos bancários:
http://santosbancarios.com.br/index.php?id=informativos

Revista da Intersindical:
http://issuu.com/adrianopsol/docs/revista_intersindical_ocupar_as_rua

Panfleto para encontro da intersindical:
http://intersindical.inf.br/materiais1/pdf/panfleto_encontro_rio_web.pdf

Revista sobre os 80 anos do Sindicato:
http://issuu.com/sindbanc/docs/revista-80-anos-bancarios/1?e=6731030/1085717

Cartaz 10% do PIB para a educação:
http://intersindical.inf.br/materiais1/pdf/Cartaz10pib_pdf.pdf

Revista sobre a Venezuela:
http://issuu.com/adrianopsol/docs/revista-venezuela-2013


Greve dos policiais

A greve dos policiais da Bahia, gerando medo e caos, nas capas dos jornais de lá.





terça-feira, 15 de abril de 2014

segunda-feira, 14 de abril de 2014

Thundercats por uns 30

Esse eu gostava muito. Os Thundercats, que passou na tv brasileira entre 1986 e 1990. A história dos felinos que fugiram de Thundera, um planeta destruído, e caíram no Terceiro Mundo, onde enfrentam inimigos como Mum-ra e os Mutantes.

E o artista Denis DYM Freitas criou um projeto chamado 'Thundercats por uns 30 artistas', que reune ilustrações de brasileiros e estrangeiros que fizeram artes em homenagem à série. Dentre eles, Alexandre Barbosa, o Bar, um talentosíssimo ilustrador com quem tive a honra de trabalhar. Muito legal.